Seguidores

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Infinita Vontade

*Foto de Clark Litte

(Damáris Lopes)
Arrancas de mim, meu querer
antes que pura dor extravase
Se faz claro, dor é essa de doer,
num peito chorador de saudade.
Me abraças com teu corpo nu
permitindo-me nele esquecida,
prender-me ao teu amor sem tabu
e, sem pudor, aclamar-te minha vida.
Sejas pois, quente e sólida coberta,
a aquietar a turva alma desperta.
Concretizes meus sonhos em verdade,
Tomas-me como mulher pedinte,
e que neste meu corpo tilinte,
por ti, essa louca e infinita vontade.

3 comentários:

teresapraia disse...

Tô besta aqui te lendo Damaris....este tipo de coberta é a que sonhamos de verdade....
é o tal "cobertor de orelha" que nos esquenta de verdade, não só o corpo, mas a alma...só este "tipo de cobertor é capaz de pele com pele, penetrar nas nossas coraças....
Nossa...que pensamentos mais consistentes....profundos...
Adorei vir te visitar.... já coloquei o Blo nos meus favoritos...pra não esquecer....
beijão!

Fee disse...

Oi tiaa Dáa =D

Muito bom começar o dia lendo seu blog...vou fazer o comentário na poesia que quando li tive que reler umas 4 vezes de tanto que eu gostei..
Não preciso dizer da admiração e do carinho que eu sinto por você né tia!?
Mesmo que a gente não se fale sempre, muito obrigada por todas as vezes que ouço sua voz você fazer com que eu me sinta tão querida..

Beijos da sobrinha e fã nº1
Fernanda

Amaris Poesia disse...

Fe, querida, quem não amaria uma menina como vce, me diz!!!

Beijo, volta sempre...morro de orgulho da tua visita.